A geoterapia é uma terapia holística natural que usa elementos da terra para tratamento.
Argila, barro medicinal, magnetoterapia, lamas, pedras quentes e frias e cristais são
ferramentas que fazem parte da prática e promovem o reequilíbrio físico e mental. A
geoterapia é um tratamento que visa estabilizar os campos energéticos e meridianos do
corpo por meio da energia oriunda desses componentes da terra. A prática promove um
processo enérgico que beneficia o corpo humano, conectando o indivíduo com seu eu
interior.

Prática milenar, Hipócrates, o pai da medicina, já utilizava as propriedades da argila
para curar seus pacientes. Homens na Pré-História já utilizavam misturas de lamas e
águas para aliviar dores e curar feridas. Os animais costumam banhar-se em lamas
quando sentem o corpo desequilibrado. Possivelmente, ao observar os animais, os
nossos ancestrais introduziram as propriedades da terra como meio de alívio de
sintomas indesejados. Nos séculos XVIII e XIX, os estudos da naturologia se
intensificaram e a geoterapia teve um crescimento de adesão.

 “Todas as terras e argilas possuem três componentes geológicos fundamentais: quartzo
(sílica), feldspato (sódio/potássio) e a mica (alumina), em quantidades diferentes
segundo o terreno. Embora o que mais oscila em quantidade seja os componentes
químicos, a sílica, o alumínio, o ferro, o cálcio, o potássio, o magnésio entre outros, que
associados com a água para a sua diluição, efetuam parte da propriedade terapêutica da
terra.” Professora Daniella Koch de Carvalho no curso CURSO DE COSMETOLOGIA
E ESTÉTICA UA: REFLEXOLO GI A PODAL, MTC E GEOTERAPIA.

Desde março de 2018 no SUS, a prática integrativa tem adquirido diversos adeptos.
Muito utilizada também para fins cosméticos, a geoterapia abrange benefícios para
corpo, alma e mente.

Benefícios

  • Corpo: ação anti-inflamatória, anti-febril, cicatrizante
  • Mente: relaxamento, alívio de estresse
  • Alma: energizante, promovendo reencontro com o Eu interior